Informações Brexit

GLS_Stage_Brexit

A 31 de janeiro de 2020 o Reino Unido deixou a União Europeia.

Como tal, seguem abaixo alguns dos requisitos que devem ser tidos em conta no momento de fazer envios para o Reino Unido:

  • Autorização de despacho ao agente alfandegário GLS;
  • -Fatura ou pró-forma (sem IVA) que inclui, para além dos dados habituais como morada, o telefone, etc;
  • Código alfandegário de cada um dos produtos e o seu valor (indicar moeda);
  • Número(s) de volume(s)y Peso (bruto/líquido) de cada artigo e o total;
  • Incoterm;
  • Nº EORI do expedidor, do exportador comercial na EU e do importador comercial no Reino Unido;
  • No caso do Incoterm 18 (pré-registo de importação de IVA), exigido para valores ≤ 135 libras esterlinas (GBP), deverá incluir o comercial do Reino Unido (UK VAT Nr) do exportador para envios B2C (para particulares) e se forem B2B (comercial) poderá utilizar o IVA do importador indicando na fatura “Use importer account for VAT to HMRC”.
Brexit

Alfândega- GLS conta com a experiência

A GLS, por muitos anos, tem sido um parceiro fiável para entregas de encomendas por toda a Europa e no mundo. O prestador de serviços de encomendas encontra-se capacitado de utilizar processos existentes e provados que facilitem a importação e exportação, incluindo as entregas que requerem despacho alfandegário.

Como subsidiária do Grupo Royal Mail do Reino Unido, a GLS desfruta de oportunidades especiais com um amplo suporte para oferecer aos seus clientes que irão enviar para o Reino Unido. Para além disso, a GLS preparou uma série de medidas para se prevenir do pior cenário possível, incluindo a transição de sistemas IT, ajuste de procedimentos operacionais, contratação de novos colaboradores para a área alfandegária e formação aos seus colaboradores na área comercial.

O serviço fora da UE

Em geral, ainda existem questões pendentes relativamente à regulamentação alfandegária após o Brexit. Iremos mantê-lo atualizado com os últimos desenvolvimentos. As empresas exigem o número de Sistema de Identificação e Registo dos Operadores Económicos (EORI) para os países fora da União Europeia. Para obter este número terá que ser submetido pela autoridade alfandegária de Portugal. A GLS está neste momento a preparar várias opções para o despacho alfandegário a fim de se adaptar às necessidades do destinatário. Como padrão, as exportações do Reino Unido podem usar o despacho individual ou coletivo para as mercadorias comerciais.

Em todo o caso: A exportação dos nosso clientes para o Reino Unido estarão sempre em boas mãos com a GLS!